Voltemos ao Evangelho

Loading...

sábado, 5 de setembro de 2009

ADORAÇÃO E ADORADORES


“Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem” (Jo 4. 23).

Este é um dos diálogos mais famosos do mundo, bem como aquele que Jesus teve com o Nicodemos (3. 16). Neste, o Senhor trás uma profunda revelação acerca de Sua identidade divina e de Seu principal propósito para com os homens. Naquele, o foco não está no próprio Pai, mas naquilo que Ele busca com tal interesse e intensidade, que foi capaz de enviar o Seu Filho único para cumprir esta missão, com o sacrifício da própria vida.

É interessante notar que os dois casos tratam de conversas entre o Cristo e um ímpio, o Santo e um profano. E é justamente este tipo de gente complicada, espiritualmente enganada, autosuficiente e enterrada no lamaçal do pecado, a estes, que o Pai permanece clamando: “Filho meu, dá-me o teu coração”.

O interesse do Pai permanece firme em você e em mim, pessoas comuns, originalmente desgraçados, sem nada que pudéssemos ter como referencial de verdade e de valor absoluto. Homens e mulheres iludidos com os prazeres temporais, com as vaidades da vida, a sensação de poder e de ter, mas que não consegue fugir engano e do vazio do coração. Invariavelmente, chegando ao fim da vida com o sentimento de abandono, errantes e ainda temendo a morte, o último dos nossos inimigos.

A estes mesmos é que o Senhor convida a rir e chorar ao Seu lado. A viver o agora, mesmo com as aflições que ainda cabem a este mundo, mas com o foco ajustado para o por vir, sem tirar os olhos do Caminho, da Verdade e da Vida. Enfim, o Pai não se cansa procurar aqueles que querem se fartar na fonte que só o Eterno pode nos oferecer. Ele quer preencher todas as lacunas existenciais que nos jogam no labirinto do desespero humano. Ele chama a isto salvação. E é de graça, mediante a fé de que Jesus Cristo pagou o nossa dívida.

Onde estão os verdadeiros adoradores, aqueles que adoram o Pai em espírito e em verdade? Não os falsos adoradores, aqueles que se deixam seduzir pelo que rege o mundo e os homens gananciosos, pelos manjares que corróem o carácter e o senso moral. Mas Deus procura aqueles que entenderam o seu chamando para um estilo de vida que transcende as limitações dos cinco sentidos, pois o Eterno não está nos convidando para sermos servidos agora, mas para nos entregar a Ele como serviçais - aqueles que não dão mais valor ao que os olhos e as mãos alcançam, e que aprenderam o verdadeiro sentido do que é viver pela fé.

A busca do Pai continua e também inclui aqueles que tem sede e fome de Deus, de conhece-lO e de se relacionar com Ele todos os dias - e o agora é a hora. O convite está renovado, ele é vivo e eficaz para discernir o que para nós é ‘indiscernível’. Mas onde estão os tais que o Pai procura? Esteja certo de que os olhos do Eterno estão sobre você. Assim sendo, você está certo de que o seu estilo de vida faz com que o Pai o encontre entre os verdadeiros adoradores?

1 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Ola Omar!


Queria convidar você para conhecer o meu blog, o Genizah que horas é pirado e engraçado, horas é exaltado e sério, mas é super do bem e tem como regra levar o Evangelho da Liberdade Verdadeira e a Santa Subversão de Jesus ao mundo egocêntrico e perdido nos seus valores! E, ainda dando tempo, aproveito para tirar uma onda com este pessoal que anda explorando a fé das pessoas e ainda dizendo que são cristãos... Ops!

Por minha vez, já me tornei seu seguidor.

Abraços em Cristo e Paz!

Danilo

http://www.genizahvirtual.com/

Newer Posts Older Posts
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...