Voltemos ao Evangelho

Loading...

segunda-feira, 30 de julho de 2007

SÓ ENTENDE QUEM TRANSCENDE...

quinta-feira, 26 de julho de 2007

NOTÍCIAS DO FRONTE 3

Amigos e irmãos em Cristo,

Paz e saúde.

Este é o terceiro Notícias do Fronte, buscando sempre deixar atualizados os envolvidos, direta ou indiretamente, com a nova Missão da Igreja do Nazareno, em Canoas-RS, região metropolitana de Porto Alegre.

Permitam-me lembrar que a Igreja brasileira considera o Rio Grande do Sul do país como uma região não alcançada pelo evangelho. O último senso revelou que o crescimento do cristianismo no Estado é de pouco mais de 3%, abaixo de todos os demais da federação, alguns, alcançando 16,5%.

É bem verdade que existem igrejas cristãs por aqui, mas infelizmente ainda não alcançaram uma expressão regional efetiva. O dado mais conhecido é o fato de que, se hoje nascessem 1000 igrejas, esse número total não chegaria a média das demais cidades e/ou estados do Brasil. Isso sem falar na herança iluminista, influenciada pela colonização européia cujo reflexo é o ceticismo escancarado. E isto misturado com o misticismo, que encontrou solo tão fértil que alcançou o patamar de estado mais espírita da nação, ao ponto de deixar a Bahia ‘de todos os santos’ com inveja e ser a primeira cidade a possuir um 'macumbódromo'.

Muitas igrejas locais reagiram ao status quo espiritual da cidade e se reuniram para lançar no rio Guaíba, o maior e mais famoso daqui, uma tonelada de sal grosso, com a suposta pretensão de quebrar a maldição da cidade. É a personificação do tragicômico!

Apesar de não podermos contra-argumentar com os fatos, também não podemos ficar de braços cruzados. E assim o Senhor tem despertado muitas igrejas de diferentes denominações para o gigante gaúcho adormecido. A Igreja do Nazareno não tem ficado de fora e passou a investir e reestruturar sua organização nacional e regional.

Nesse ínterim, nasce uma nova Igreja do Nazareno gaúcha, em Canoas, cravada as margens da BR 116, portal de entrada da capital farroupilha. Essa missão, naturalmente, tem se levantado com o fervor evangelístico, mesmo correndo contra todas as estatísticas, pois cremos que o Senhor é maior do que quaisquer números negativos e que o Seu “Ide” também alcança este lugar, assim como tem feito em todo o Brasil.

Nas concentrações de domingo, temos tido agradáveis surpresas. Neste último, por exemplo, recebemos a visita de 16 pessoas que disseram já conhecer a Igreja do Nazareno, mas que atualmente estavam entre uma e outra denominação – que a graça do Pai seja sobre eles e sobre nós também. As conversões dos pais e do irmão de um dos jovens vieram como fator motivacional e emocionante para todos da nossa missão. Outra boa notícia da última reunião foi a confissão pública de fé de um senhor, fruto da tarde de evangelismo que realizamos todos os sábados. As nossas aulas estão sendo freqüentadas pela grande maioria dos membros desta missão, o que tem colaborado muito no processo de consolidação da igreja e da identidade nazarena.

Encerro este breve relato deixando a minha gratidão expressa aos meus amigos e familiares, que tanto tem confiado em nosso trabalho, ao ponto de estarem comprometidos em ofertar continuamente, em amor e unidade, dentro do que o Espírito Santo orienta aos irmãos na fé. Em breve, faremos clips e fotos, mostrando alguns dos flashes do cotidiano desta missão. Todos os irmãos que nos adotaram receberão uma mídia com esse conteúdo. Vocês fazem parte da realização do nosso primeiro sonho, que foi a locação de um cinema desativado de 200 lugares e bem localizado numa das principais vias da cidade, passagem obrigatória para quem chega ou sai de PoA. Agora, estamos trabalhando muito na recuperação das instalações, mesmo com as restrições orçamentárias comuns a todos e, principalmente, a uma missão onde o único carro da igreja é o do pastor. Mas cremos que o Senhor proverá todas as necessidades. E cremos até que, no futuro, poderemos comprar a propriedade e, em fases subseqüentes, adquirir os terrenos e casas que estão ao redor. Por que não?

Sonhadores? Sim somos, mesmo porque ainda ñ se paga imposto para tanto. Mas temos a consciência de que o preço para a realização é tão alto quanto o tamanho do sonho. Bom, como a Obra é do Senhor e, se formos fiéis a Ele e sensíveis as Suas orientações, estamos certos de que Obras cada vez maiores deixarão de serem sonhos.

Esse dias eu li uma frase que se alinha com a nossa realidade: “Sem saber que era impossível, foi lá e fez”. Continuamos a contar com os apaixonados pelo Reino. Lembrem-se de nós nas suas orações. Se possível, motive mais alguém ou alguma igreja a abraçarem esta iniciativa de menos de 4 meses, mas com frutos além dos que já foram narrados, pois, quando ouvirem falar da expansão do evangelho e da Igreja do Nazareno no Rio Grande do Sul, poderão dizer: “Nós fizemos parte deste processo. Valeu à pena!”.

Um fraternal abraço e que o amor de Cristo transborde em seus corações.
Omar Nascimento

Newer Posts Older Posts
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...